Nesta quinta-feira (16), a
partir das 10 horas, ocorre o leilão de artigos de luxo do traficante Luiz
Carlos da Rocha, o Cabeça Branca, de Wilson Roncaratti, apontado como o braço
direito de Rocha, e de familiares dos dois. 

Cabeça Branca, considerado até então pela
PF (Polícia Federal) o traficante mais procurado da América do Sul, foi preso
em julho do ano passado após passar quase 30 anos foragido
.

Ele era dono de um patrimônio estimado em pelo menos US$ 100 milhões

O traficante era responsável pelo embarque mensal de pelo
menos três toneladas puras de cocaína para a Europa

Ele fez várias cirurgias para não ser
reconhecido

Veja detalhes da caçada ao homem apontado como um dos maiores traficantes do mundo

No ano passado, já houve um leilão com os itens (com 20%
de desconto), mas poucos foram vendidos. Agora a Justiça permitiu o
parcelamento em até dez vezes dos objetos arrematados.

Mesmo assim, caso algum objeto não seja vendido, está marcado um novo
certame para o dia 23 de agosto, com valor bem menor

Quem tiver interesse em comprar alguns dos artigos, deve
entrar no site do leiloeiro.

Veja os objetos que estão à venda e que mostram a vida de
luxo que levava o traficante

Um dos itens leiloados é um vinho Château Petrus, 2011, um
dos vinhos mais exclusivos e caros da região de Bordeaux, na França.

A produção média é de apenas 30 mil garrafas a cada safra.

O preço inicial é de R$ 13.822,20 

Para quem quiser um vinho um pouco mais barato, outra
opção é o português Barca Velha, de 2004. 

O lance inicial é de R$ 2.534,55

Os interessados em uísque podem levar para a casa um
Johnnie Walker Blue Label, de 1,75l.
O lance inicial é de R$ 2.789

Já quem gosta de bolsas, também poderá fazer um lance. Uma
bolsa da Louis Vuitton está à venda por R$ 7 mil

Também atribuído aos dois traficantes está um Ford Focus
Titanium, ano 2014/2015.

O lance mínimo é de R$ 60 mil. Os interessados podem
vistoriar o carro no depósito da PF de Londrina, no Paraná

Além dos artigos dos presos na Operação Spectrum, também
estão sendo leiloados objetos de luxo de traficantes detidos na Operação Enigma,
deflagrada em novembro do ano passado
.

O primeiro leilão será no dia 24 de agosto, a partir das
10h. Já o segundo, está marcado para o dia 30 de agosto.

O lance inicial da BMW X6 M, 2015/2016, com
aproximadamente 14 mil quilômetros, é de R$ 468 mil  

A Land Rover
Range Sport SRV 550, ano 2015/2016, com 7.267 quilômetros. O carro pode ser vistoriado no depósito da PF, em Curitiba.

O lance
inicial é de R$ 500 mil

Leia mais

Rosa Weber assume presidência do TSE nesta terça

Rosa Weber assume presidência do TSE nesta terça
Rosinei Coutinho/Divulgação/STF

A ministra Rosa Weber toma posse como presidente do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) nesta terça-feira (14), um dia antes do limite para os partidos políticos e as coligações apresentarem o requerimento de registro de candidatura. Na quinta-feira (16), inicia o período de campanha eleitoral nas ruas.

Com mandato até 25 de maio de 2020, a ministra vai presidir o TSE durante as eleições de 2018 em um momento de combate às Fake News.

A cerimônia de posse será realizada às 20h desta terça-feira (14) no Plenário do TSE, em Brasília (DF). Além da ministra, também serão empossados os ministros Luís Roberto Barroso, como vice-presidente do TSE, e Jorge Mussi, como corregedor-geral eleitoral.

O TSE é formado por, pelo menos, sete ministros. Três são do STF, sendo um o presidente da Corte; dois ministros do STJ (Superior Tribunal de Justiça), um deles é o corregedor-geral da Justiça Eleitoral; e dois juristas vindos da classe dos advogados, nomeados pelo presidente da República.

Rosa Weber vai substituir Luiz Fux, que esteve à frente da presidência nos últimos seis meses.

Fux

O ministro Luiz Fux, do STF (Supremo Tribunal Federal), presidiu nesta segunda-feira sua última sessão como presidente do  TSE (Tribunal Superior Eleitoral). Ele ocupou a comando da corte por pouco mais de seis meses. Além do comando da Justiça Eleitoral, Fux deixa de integrar o próprio TSE, após o fim de seu mandato de dois anos na corte.

Em sua gestão, Fux deu foco especial à aprovação das resoluções do TSE que disciplinam as eleições deste ano, entre elas as que tratam do financiamento de campanha e da propaganda eleitoral.

Ele deu  atenção ao tema das notícias falsas (fake news), participando de diversos eventos para debatê-lo e ressaltando o desafio da Justiça Eleitoral em lidar com a influência da divulgação de informações inverídicas sobre candidatos durante o pleito deste ano. Em seminário, Fux chegou a afirmar que o problema poderia resultar até mesmo na anulação do processo eleitoral. 

Um grupo de trabalho formado pelo TSE com especialistas e liderado por Luiz Fux chegou a discutir uma minuta de resolução específica sobre o assunto, mas o documento nunca chegou a ser votado, sob o temor de alguns ministros da corte eleitoral de que a norma pudesse ser interpretada como censura prévia.

Lula

Durante sua passagem como presidente do TSE, Fux também se manifestou diversas vezes sobre a inelegibilidade do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que para o ministro não poderia sequer se registrar como candidato para a corrida presidencial deste ano, por ter sido condenado por corrupção passiva e lavagem de dinheiro na segunda instância da Justiça Federal, o que enquadraria o político nos critérios da Lei da Ficha Limpa.

Em despacho de 1º de agosto, Fux afirmou ser “público e notório” seu entendimento de que Lula está em situação de “inelegibilidade chapada”, ou seja, notória e evidente, no jargão jurídico. Com sua saída do TSE, no entanto, o ministro não votará em uma eventual impugnação da candidatura do ex-presidente, que deve pedir o seu registro somente na próxima quarta-feira (15).

 Luiz Fux votou, em junho de 2017, pela cassação da chapa Dilma-Temer, que era alvo de impugnação por parte do PSDB, por ter sua campanha supostamente financiada com recursos ilegais. Na ocasião, o ministro afirmou que os fatos que embasaram o pedido de cassação eram “gravíssimos” e “insuportáveis”.

 

 

 

Leia mais

Conheça aqui mais detalhes e as principais novidades presentes no Ford Ka 2019.

O novo Ford Ka 2019 está em pré-venda e já desperta uma grande ansiedade em muitos usuários de carros. O motivo para essa euforia é que esse novo modelo vem cheio de novidades, que acabam tornando esse carro bem completo. Para quem busca um carro com design moderno, motor potente e com várias versões para serem escolhidas. Essa variedade junto com a qualidade funcional do Ford Ka 2019 tornam esse modelo muito visado. Então vamos conhecer agora um pouco mais sobre o Ford Ka 2019.

Ford Ka 2019 tem algumas mudanças externas

A Ford resolver fazer algumas mudanças em seu novo modelo, e algumas delas estão na parte externa. Entre elas estão: Mudança nas calotas e no para-choque dianteiro. Para quem conhece a versão anterior, vai notar que mesmo com mudanças simples, elas já dão uma grande diferença nesse carro.

Mudanças na parte interna

O novo modelo da Ford Ka 2019 teve mudanças internas também, e essas serão notadas mais facilmente pelos usuários desse carro. A cabine desse carro agora tem algumas novidades que vão da central de multimídia Sync 3 com sua tela de 6,5 polegadas a retirada dos botões Synic 1. Essas mudanças são animadoras principalmente para quem tem a versão antiga e queria tais melhorias.

Falando sobre o motor do Ford Ka 2019

O motor do novo Ford Ka 2019 também sofreu mudanças significativas, pois a empresa queria mesmo que os seus usuários fiéis sentissem esse impacto positivo. Em poucas palavras, o que preciso dizer é o seguinte: O que era bom, ficou melhor. E com essa estratégia, a empresa vai conseguir bater sua meta de vendas facilmente, isso é quase certo. O motor 1.0 continua o mesmo e não sofreu nem pequenas alterações. Ele consegue fazer 85 cv de potência máxima, o que é muito bom e seu torque máximo é de 10,7 kgfm. Ele tem 3 cilindros e possui câmbio manual com 5 velocidades. Já a opção de motor 1.5 Sigma sofreu mudança e agora é Dragon de 3 cilindros, e consegue fazer a potência máxima de 136 cv, o que é muito, e seu torque máximo é de 16,1 kgfm. As duas opções de motores são bem completas e feitas para estilos de usuários diferentes. Vai depende muito do gosto pessoal.

Ford Ka 2019 é muito confortável e espaçoso

Outra razão para optar por esse carro na hora da compra é que além de todos os detalhes que já foram citados acima, ele também é muito espaçoso e confortável. Por isso ele é indicado para pessoas que dirigem muitas horas por dia e que tenham uma família grande.

Conheça alguns itens de séries em suas versões

Os itens de série das versões do Ford Ka 2019 ajudam a deixar o carro mais moderno, seguro e completo. Cada versão tem seu diferencial e isso fica mais claro nos itens de série. Veja os itens de algumas versões:

Ford Ka 2019 S: Direção elétrica, ar condicionado, computador de bordo, travas elétricas, banco do motorista com ajuste de altura, vidros dianteiros elétricos, entre outros.

Ford Ka 2019 SE: Retrovisores e maçanetas na cor do carro, entrada USB, Suporte para celular e rádio My Conection com Bluetooth.

Ford Ka 2019 Titanium: Controle de estabilidade e tração, alarme volumétrico, rodas de liga leve de 15”, rack no teto, assistente de partida em rampa, entre outros.

Valor do Ford Ka 2019

O valor do Ford Ka 2019 pode variar bastante e de acordo com a versão. Na versão de entrada o valor inicial é de R$ 45.490,00 e a versão mais Top de linha tem valor de R$70.990,00. Esses valores estão dentro do esperado e de acordo com a qualidade das especificações de cada versão.

O novo modelo da Ford Ka 2019 vai começar a ser vendido depois da sua pré-venda!

###IMG-0###

Escrito por Cristiane Amaral

Publicado originalmente em:https://www.carrobonito.com/2018/08/14/ford-ka-2019-ficha-tecnica-versoes-e-precos/.

Leia mais

Depois das diversas especulações sobre a saída da Ford das terras tupiniquins, causado pelas duras críticas da matriz americana, a história pode ser outra

Leia mais