ACADEMIAS PODEM ABRIR NA QUARENTENA?


COMPARTILHE

Prefeitura mantém fiscalização de academias: quem abrir será interditado.

Para a tristeza dos marombeiros, mas em prol à saúde de todos, a Prefeitura de Salvador vai manter a fiscalização das 1.597 academias registradas em Salvador pela Secretaria da Fazenda (Sefaz) durante a pandemia. A decisão é do prefeito de Salvador ACM Neto, na manhã desta terça-feira (12), um dia após o presidente Jair Bolsonaro assinar decreto que libera o funcionamento das academias e salões de beleza. Desde o dia 18 de março até esta segunda-feira (11), a Secretaria Municipal de Desenvolvimento e Urbanismo (Sedur) já vistoriou 698 academias.

Segundo o Conselho Regional de Educação Física – CREF 13/BA-SE (Bahia-Sergipe), para quem Salvador possui apenas 749 academias, a capital responde por pouco mais de um terço do total de academias no estado – 2.104 estabelecimentos. Segundo levantamento do Conselho, o bairro da Pituba lidera a ranking com 49 unidades. Em segundo vem a Barra com 20. O Cabula aparece na terceira posição, com 16 estabelecimentos. O Rio Vermelho e Ondina têm 14 e 12, respectivamente, espaços reservados para a prática de esportes.

Bolsonaro determinou, em edição extra do Diário Oficial da União (DOU), nesta segunda (11), que salões de beleza e academias de ginástica são considerados serviços essenciais. Portanto, podem funcionar durante a pandemia. 
Mas, como decidiu o STF no mês passado, estados e municípios têm autonomia para determinar regras de isolamento social próprias. O presidente se queixou da decisão e, na semana passada, foi à Corte acompanhado de empresários fazer um apelo para relaxar medidas de isolamento social.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cresta Help Chat
Send via WhatsApp