Morte de George Floyd, em Minneapolis, pela polícia gera manifestações nos EUA


COMPARTILHE

Morte de George Floyd, em Minneapolis, pela polícia gera manifestações nos EUA – mais uma vez um homem negro é vítima de violência comum contra negros nos Estados Unidos e morre diante das câmeras, geram revolta na população local.

Após o assassinato de um homem negro por policiais em Minneapolis, no Estados Unidos, a cidade registrou protestos, saques e incêndios nesta quarta-feira (27). Trata-se da segunda noite seguida de manifestações pela morte de um homem negro, de 46 anos.

Policiais têm repreendido os atos com tiros de borracha, gás lacrimogênio e bombas de efeito moral. De acordo com o jornal The New York Times, cinco pessoas foram baleadas e uma morreu depois que o dono de uma loja abriu fogo contra um grupo que, de acordo com ele, estaria tentando saquear seu comércio.

A confusão só aumenta e pessoas estão saqueando mercados e atacando policiais que tentam afastar os manifestantes. Um homem morreu nos confrontos e muitos estão feridos.

A família de George Floyd denunciou o uso “excessivo e desumano” de força policial e acusou os agentes de racismo. Nesta terça, a população de Minneapolis depositou flores no local da morte e manifestantes levaram cartazes com os dizeres “parem de matar negros”.

George Floyd

“Eu não consigo respirar”, implorou George Floyd antes de morrer. Homem negro estava desarmado e não oferecia resistência. Assassinato diante das câmeras provocou onda de protestos nos EUA


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cresta Help Chat
Send via WhatsApp