Com saída da Ford, governador da Bahia busca China, Japão e Coreia para atrair nova montadora

1 min read
O governador da Bahia, Rui Costa (PT), fez contato com as embaixadas de China, Japão e Coreia do Sul para convidar representantes dos países a conhecerem o complexo automotivo no estado. O complexo em Camaçari é atualmente utilizado pela Ford, mas a...

O governador da Bahia, Rui Costa (PT), fez contato com as embaixadas de China, Japão e Coreia do Sul para convidar representantes dos países a conhecerem o complexo automotivo no estado.
O complexo em Camaçari é atualmente utilizado pela Ford, mas a empresa anunciou nesta segunda-feira (11) o encerramento da produção de carros no Brasil. A decisão da montadora também vale para as fábricas em Taubaté (SP) e Horizonte (CE).
Ao blog, o governador afirmou que já pediu apoio das embaixadas. Disse também que não terá qualquer problema em receber montadoras de qualquer país, em uma clara referência às críticas que apoiadores do presidente Jair Bolsonaro fazem em relação à China.
“A Bahia tem uma megaestrutura, o maior complexo isolado do país e tem profissionais treinados”, disse o governador.
Segundo ele, em conversas com a Ford, representantes da empresa disseram que, entre os motivos do encerramento das atividades, está o fato de não haver sinais de retomada do Brasil antes de 2023.
“Há uma falta de horizonte e um desmonte da indústria no Brasil, sem falar na crise institucional permanente”, diz ele, em clara crítica ao governo federal.
Initial plugin text

Cresta Help Chat
Send via WhatsApp