Editora da Playboy revela truque muito inusitado para “esconder” clitóris em ensaios nus: “Me deixou assustada” — assista!

Os bastidores de um ensaio nu sempre têm histórias para contar… Kika Paulon, que foi editora visual da revista Playboy por sete anos, revelou alguns segredos e truques usados nas modelos para as fotos. Entre eles, estava passar cola de cílios no clitóris para fazer com que a vagina parecesse menor. Oi?

Nesta semana, em entrevista para Lucas Hit, do “Clube da VIP”, ela deu detalhes dessa técnica inesperada para “colar o priquito”. “Eu nunca tinha ouvido falar disso até chegar na Playboy. Na revista Trip não tinha nudez explícita, então eu não via esse tipo de coisa. Na Playboy, elas tiravam a calcinha e ‘saia um pedaço de carne’, um mini pênis”, recordou ela sobre uma situação frequente com algumas das modelos da capa.

Além dos truques para mulheres que tomavam hormônio, Kika Paulon lembrou histórias curiosas do ensaio de famosas, como Flávia Alessandra, Cacau Colucci e Natália Casassola. (Fotos: Reprodução/YouTube)

O uso de hormônio masculino – para aumento dos músculos – fazia com que o clitóris crescesse. Por isso, muitas beldades pediam por essa “redução”. “Me contaram que mulheres que tomam hormônio masculino para os músculos crescerem ficavam com o clitóris desenvolvido e era uma coisa estranha. Era uma carne pendurada. Não era bonito de se ver na Playboy… No Photoshop não dava para tirar, então armamos esse truque”, explicou Paulon.

[anuncio]

Na hora H, era a própria Kika quem fazia o trabalho pesado. “Nós usávamos cola para colar cílios, atóxica, transparente, que sai na água. Pedíamos para a modelo colocar as coisinhas para dentro e então colávamos as ‘bochechinhas’ [da vagina] e segurávamos por 30 segundos, com luva de látex tudo certinho. […] Algumas eu apertava por um minuto”, contou ela, acrescentando que a técnica dava certo: “E segurava, só não podia entrar na água”.

Aos poucos, ela foi percebendo outros efeitos dos hormônios, afinal, segundo Kika, não foram poucas as mulheres que usaram do artifício. “Eu tinha uma caixa de luvas. Me surpreendi com o número de mulheres que tinham o clitóris enorme. Elas também tinham pelos mais longos, a voz mais grossa, as coisas que davam pra ver. Fiquei assustada, nunca tinha visto isso. Era estranho”, admitiu.

[anuncio]

Com o tempo, Paulon se acostumou com a tarefa “inusitada” de seu trabalho, mas o processo foi difícil… “Eu tentava mandar maquiador, ‘Eu não vou ficar segurando x*xota’. Mas ele chegava perto e quase vomitava. Não tinha saída. Tinha que ser eu”, lembrou ela. Questionada pelo apresentador da live, a editora teve de responder se foram pelo menos 20 mulheres que usaram o truque da cola, ao que que ela revelou: “No mínimo 20, ou mais”.

Kika ressaltou que nunca exigiu o “disfarce” para o clitóris dessas modelos, mas que eram as próprias estrelas dos ensaios que solicitavam uma solução. “Elas que pediam, eu nunca forcei a barra. Se eu percebia que era grande [o clitóris] e a modelo não falava nada, eu também não falava. Mas elas é que pediam, chegavam em mim e diziam: ‘olha, eu tenho uma coisinha…’. Eu dizia: ‘Eu já sei o que é’”, relatou sobre como apresentava seu truque.

[anuncio]

Outro truque dos bastidores era voltado para os mamilos, para deixá-los eriçados. Desta vez, com algo bem gelado, como latinhas. “A gente pegava a latinha muito gelada e colocava no seio da menina para ficar contraído, arrepiado. [Colocava] gelo, o que tivesse gelado na hora e ia”, detalhou ela, que também assumiu: “Hoje eu dou risada, mas na época isso me deixou assustada”. Assista ao vídeo aqui:

Durante o papo, de cerca de 1 hora, Kika Paulon também relembrou algumas capas da Playboy na qual trabalhou, como uma edição com Flávia Alessandra e outra icônica, com a ex-BBB Cacau Colucci – que ficou toda lambuzada de chocolate na capa. Mas poucos perrengues chegam aos pés do que aconteceu no ensaio da ex-BBB Natália Casassola, que teve uma hipotermia durante a sessão de fotos.

[anuncio]

A musa foi fotografada no sul do país para a capa de julho de 2008, mas não ficou nada bem ao tirar a roupa toda em meio à friaca. “Esse ensaio foi em um lugar muito, muito, muito frio… Lugar mais frio do Brasil, acho que era São Joaquim (SC)… Era perto da cidade dela”, contou Kika. “A gente precisava de uma vista espetacular, e era um lugar que tinha neve, e tinha um cavalo, o hotel era incrível. Só que levávamos a mulher lá às 5h da manhã, pelada. Todo mundo estava de casaco”, explicou.

Natália Casassola teve uma hipotermia durante um ensaio para a “Playboy” em 2008. Que pavor! (Foto: Reprodução)

“Ela ficava roxa, batendo os dentes. Ela estava de roupão, mas estava batendo os dentes. Numa dessas fotos, ela teve uma hipotermia. Ela estava levando o cavalo, começou a ficar roxa e caiu no chão. O Duran [fotógrafo] olhou para mim e disse: ‘deu m*rda’. Corremos lá e colocamos um monte de cobertores em cima dela. Levei ela correndo para o quarto e a coloquei numa hidromassagem pelando e ela começou a voltar à vida, ficar corada. Ela ficou em choque por um tempo”, continuou. Felizmente, tudo deu certo por fim.

É aquele ditado: quem vê close, não vê corre! Que situação…

O post Editora da Playboy revela truque muito inusitado para “esconder” clitóris em ensaios nus: “Me deixou assustada” — assista! apareceu primeiro em Hugo Gloss.

Cresta Help Chat
Send via WhatsApp