Ministério retoma atividades da Cinemateca de forma temporária

Na imagem, a Cinemateca, localizada em São Paulo
Na imagem, a Cinemateca, localizada em São Paulo Alf Ribeiro/02.07.2010/AE

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) assinou decreto que estabelece a reabsorção temporária das atividades da Cinemateca Brasileira pelo MTur (Ministério do Turismo).

O ato normativo será publicado no DOU (Diário Oficial da União) na próxima segunda-feira (23). A medida determina o remanejamento, em caráter temporário, de cargos em comissão para coordenação das atividades da Cinemateca. 

Leia mais: Com 4 incêndios, conheça a história da Cinemateca

“Com isso, será possível manter o gerenciamento de conteúdo e realizar ações para preservação da memória audiovisual brasileira”, diz a Secretaria-Geral da Presidência da República.

A secretaria informa que a reabsorção das atividades é temporária. “Irá vigorar até que se finalizem os procedimentos para celebração de novo contrato de gestão com entidade privada sem fins lucrativos.”

Veja também: Funcionários da Cinemateca fazem ato em defesa da instituição

A Cinemateca é a principal instituição que cuida da memória do cinema brasileiro. Criada em 1946 e ligada à Secretaria da Cultura do governo federal, sua sede fica na capital paulista.

Cresta Help Chat
Send via WhatsApp