Yoki anuncia fechamento de fábrica em Nova Prata e demissão de 300 funcionários


Planta será desativada em maio e produção de pipocas será transferida para Pouso Alegre, em Minas Gerais. Procurado pelo G1, o sindicato que representa a categoria não se manifestou. Empresa de alimentos vai encerrar atividades em Nova Prata
A fábrica da Yoki em Nova Prata, na serra gaúcha, será fechada em maio, conforme anunciou a empresa General Mills, dona da marca, em nota na segunda-feira (11). Cerca de 300 pessoas serão demitidas.
A medida, segundo a empresa, é para “ampliar a capacidade produtiva, otimizar sua cadeia operacional e oferecer melhor nível de serviços”. A planta de Nova Prata é a única que será fechada no Brasil, diz a General Mills. Leia nota na íntegra abaixo.
A produção de pipoca, que acontecia na unidade gaúcha da companhia, será concentrada na fábrica de Pouso Alegre, em Minas Gerais, que recentemente foi ampliada e absorverá 30% da capacidade produtiva.
A empresa informa que negocia um pacote de benefícios aos funcionários junto ao sindicato. Contatado pelo G1, o Sindicato da Alimentação de Serafina Corrêa, que abrange os trabalhadores da Yoki, não se manifestou, mas confirmou que uma reunião com a empresa acontece na tarde desta terça-feira (12).
O prefeito de Nova Prata, Alcione Graziotin, afirmou que foi surpreendido com o anúncio e que questionou se haveria possibilidade da empresa reconsiderar a decisão, mas que foram informados de que não seria possível.
A prefeitura deve agora encontrar alguma empresa interessada em absorver a mão de obra, estrutura e até fornecedores que abasteciam a fábrica.
Planta em Nova Prata será desativada em maio e produção de pipocas será transferida para Pouso Alegre, em Minas Gerais.
Reprodução/RBS TV
Nota da General Mills
Para ampliar a capacidade produtiva, otimizar sua cadeia operacional e oferecer melhor nível de serviços a todos os seus clientes no Brasil, a General Mills anuncia reestruturação em parte das suas operações no país. Os ajustes fazem parte de uma estratégia que prevê acelerar o crescimento dos negócios da General Mills no Brasil – um dos mercados prioritários para a organização.
A partir de maio, a empresa concentrará sua produção de pipoca na cidade de Pouso Alegre/MG, onde possui sua principal planta, que recentemente foi ampliada com uma nova estrutura com 4.500m² e está pronta para ampliar a capacidade produtiva de pipoca em 30%. Com isso, encerraremos nossas atividades na fábrica de Nova Prata/RS. Além disso, a produção do paper bag, tipo de embalagem usada na pipoca de micro-ondas, será transferida de Cambará/PR também para Pouso Alegre/MG. Outras atividades da unidade em Cambará, como a produção de alimentos, permanecem em pleno funcionamento, sem qualquer alteração.
A General Mills está, ainda, terceirizando três de seus centros de distribuição, localizados em Cajamar/SP, Brasília/DF e Cuiabá/MT para empresas de logística especializadas com alto nível de tecnologia, para otimizar o serviço de entrega de produtos ao varejo nacional.
Todas as transferências e ajustes operacionais estão sendo realizados com profundo respeito aos nossos colaboradores, produtores parceiros e às comunidades locais. Os funcionários afetados receberão toda a assistência da General Mills nesse período de transição, e a empresa está empenhada em oferecer o melhor pacote de benefícios, negociado junto ao Sindicato.
VÍDEOS: RBS Notícias

Cresta Help Chat
Send via WhatsApp